A Assistência Estudantil tem por finalidade auxiliar no acesso e na permanência de estudantes, em condições de vulnerabilidade socioeconômica, na Universidade, contribuindo na sua formação profissional e humana, por meio de ações voltadas para redução da evasão, a inclusão social, a formação ampliada, a produção de conhecimentos, a melhoria do desempenho acadêmico e da qualidade de vida.

A busca da redução das desigualdades socioeconômicas faz parte do processo de democratização da Universidade e da própria sociedade. Para tanto, torna-se necessária a criação de mecanismos que viabilizaem a permanência e a conclusão no curso dos jovens no ensino superior público federal, reduzindo os efeitos das desigualdades presentes na sociedade e contribuindo para a formação de cidadania e eqüidade social. Entretanto, as ações de assistência estudantil devem ter em conta, além da necessidade de viabilizar a igualdade de oportunidades, também contribuir para a melhoria do desempenho acadêmico, agindo, preventivamente, nas situações de repetência e evasão, decorrentes da insuficiência de condições financeiras.